SÓCIOS

Cândido Rangel Dinamarco

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 1960.
Professor titular de Direito Processual Civil da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.
Aluno do professor Enrico Tullio Liebman, da Universidade de Milão, entre 1968 e 1970.
Ex-Procurador de Justiça do Estado de São Paulo, tendo integrado a Comissão de Revisão dos Códigos, do Ministério da Justiça, em 1980.
Ex-juiz do Primeiro Tribunal de Alçada Civil de São Paulo.
Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
Membro do Instituto Ibero-Americano de Direito Processual.
Participou da elaboração de projetos e anteprojetos de lei, dentre os quais a Lei da Ação Civil Pública.
Conferencista sobre temas de Processo Civil, bem como autor de artigos publicados nas mais conceituadas revistas especializadas.

LIVROS PUBLICADOS

  • Instituições de direito processual civil. V. I, II, III (6ª ed.) e IV (3ª ed.). (São Paulo: Malheiros, 2009).
  • A instrumentalidade do processo. (São Paulo: Malheiros, 15ª ed., 2013).
  • Fundamentos do processo civil moderno. (3 v.).. (São Paulo: Malheiros, 6ª ed.,2010).
  • A nova era do processo civil. (São Paulo: Malheiros,13ª ed., 2009).
  • Vocabulário do processo civil. (São Paulo: Malheiros, 2009).
  • Capítulos de sentença. (São Paulo: Malheiros, 5ª ed., 2013).
  • Intervenção de terceiros. (São Paulo: Malheiros, 5ª ed.,2009).
  • Teoria geral do processo. (São Paulo: Malheiros, 31ª ed., 2015). Em co-autoria com Ada Pelegrini Grinover e Antônio Carlos de Araújo Cintra.
  • Execução civil. (São Paulo: Malheiros,8ª ed., 2002).
  • Litisconsórcio. (São Paulo: Malheiros, 7ª ed., 2002).
  • Manual de direito processual civil, de autoria de Enrico Tullio Liebman (tradução e notas). (Rio de Janeiro: Forense,2ª ed., 2005).
  • A Reforma do Código de Processo Civil. (São Paulo: Malheiros, 5ª ed., 2001).
  • Reforma da Reforma do Código de Processo Civil. (São Paulo: Malheiros, 3ª ed., 2002).
  • Manual dos juizados cíveis. (São Paulo: Malheiros, 2ª ed., 2001).
  • Direito processual civil. São Paulo: Bushatsky, 1975.
  • A Arbitragem na Teoria Geral do Processo. (São Paulo: Malheiros, 2013).

Luiz Rodovil Rossi

Formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal Fluminense, em 1953.
Diretor do Departamento Jurídico e da Assessoria Jurídica da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) em 1967/2004.
Diretor do Departamento Jurídico da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em 1996/2004.
Membro do Instituto Tullio Ascarelli, em 1963/1974.
Membro da Comissão de Desenvolvimento Industrial do Ministério da Indústria e Comércio, em 1967/1970.
Presidente da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), em 1969/1971.
Vice-presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo, de 1968 a 1974.
Diretor-presidente da Viação Aérea São Paulo S/A (Vasp), em 1971/1975.
Presidente da Câmara de Mediação e Arbitragem de São Paulo (Fiesp), em 1995/2002.

Cândido da Silva Dinamarco

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 1988.
Escrevente no Cartório da 2ª Câmara do Primeiro Tribunal de Alçada Civil de São Paulo, em 1984/1985.
Escrevente na Diretoria de Pesquisa do Primeiro Tribunal de Alçada Civil de São Paulo, em 1985/1986.
Chefe de Seção da 3ª Vara Cível de Santo Amaro (juiz titular: dr. Antônio Rulli Junior), em 1986/1987.
Advogado no escritório Ribeiro, Dinamarco, Beraldo e Heer Advocacia, em 1988/1991.
Sócio-fundador do escritório Dinamarco & Rossi Advocacia, em 1991.
Colaborador na organização do volume II da 6ª edição do livro Execução Civil, de autoria do prof. Cândido Rangel Dinamarco.
Sócio efetivo do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

ARTIGOS PUBLICADOS

  • Tradutor do artigo O Magistério de Enrico Tullio Liebman no Brasil, de autoria da Professora Ada Pelegrini Grinover, originalmente em italiano, publicado na Ajuris, v. 39, 1990.

Pedro da Silva Dinamarco

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 1993.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2000.
Doutor em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2007.
Membro do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP).
Sócio efetivo do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).
Conferencista sobre temas de processo civil.
Professor de Direito Processual Civil do curso de Especialização da COGEAE/PUC, coordenado pelo prof. Nelson Luiz Pinto, em 2000/2004. Professor de Direito Processual Civil do curso de Especialização do Mackenzie, coordenado pelo prof. José Horácio Cintra Pereira, em 2002. Professor de Direito Processual Civil da Faculdade da Cidade (UniverCidade/RJ), em 2002.

LIVROS PUBLICADOS

  • Ação civil pública. São Paulo: Saraiva, 2001.
  • Código de Processo Civil interpretado (arts. 200 a 262). Coord. Antônio Carlos Marcato. (São Paulo: Atlas, 3ª ed., 2008).
  • Comentários à Lei de Ação Civil Pública e Lei de Ação Popular. Coord. Susana Henriques da Costa. (São Paulo: Quartier Latin, 2006).

ARTIGOS PUBLICADOS

  • Tutela específica na Reforma do CPC. São Paulo: Editora do CPC – Curso Preparatório para Concursos, 1996.
  • Requisitos para a procedência das ações por improbidade administrativa, in Improbidade Administrativa. Coord. Cassio Scarpinella Bueno e Pedro Paulo de Rezende Porto Filho, (São Paulo: 2ª ed., Malheiros, 2003).
  • A segunda etapa da Reforma do CPC e suas premissas hermenêuticas, in A nova etapa da Reforma do Código de Processo Civil. Coord. Hélio Rubens B. Ribeiro Costa, José Horácio H. R. Ribeiro e Pedro da Silva Dinamarco. (São Paulo: Saraiva, 2002).
  • O novo art. 14 do CPC: atos atentatórios à dignidade da Justiça, in A nova etapa da Reforma do Código de Processo Civil. Coord. Hélio Rubens B. Ribeiro Costa, José Horácio H. R. Ribeiro e Pedro da Silva Dinamarco. (São Paulo: Saraiva, 2002).
  • A sentença e seus desdobramentos no mandado de segurança individual e coletivo, in Aspectos polêmicos do mandado de segurança – 51 anos depois. Coord. Cassio Scarpinella Bueno, Eduardo Arruda Alvim e Teresa Arruda Alvim Wambier. (São Paulo: Revista dos Tribunais, 2002).
  • As associações e os sindicatos na defesa judicial da coletividade, in Revista da AARJ, (Rio de Janeiro, v. 3, Lumen Juris, 2003).
  • As ações coletivas passivas no Código Modelo de Processos Coletivos para Ibero-América, in Procesos colectivos. La tutela de los derechos difusos, colectivos y individuales en una perspectiva comparada. Coord. AIDI & Ferrer. (Ciudad de México: Porrúa, 2003).
  • Honorários de sucumbência no Superior Tribunal de Justiça, in 30 anos de vigência do Código de Processo Civil. Coord. Hélio Rubens B. Ribeiro Costa, José Horácio H. R. Ribeiro e Pedro da Silva Dinamarco. (São Paulo: Atlas, 2004).
  • Competência, conexão e prevenção nas ações coletivas, in Ação civil pública (Lei 7.347/85 – reminiscências e reflexões após vinte anos de aplicação). Coord. Edis Milaré. (São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005).
  • O sigilo de informação e a limitação à publicidade dos atos processuais, in Estudos de direito processual civil – homenagem ao professor Egas Dirceu Moniz de Aragão . Coord. Luiz Guilherme Marinoni. (São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005).
  • Responsabilidade civil do promotor de Justiça no inquérito civil, in Processo civil coletivo. Coord. Rodrigo Mazzei e Rita Dias Nolasco. (São Paulo: Quartier Latin, 2005).
  • A polêmica multa do art. 475 – J, in Aspectos Polêmicos da nova execução. Coord. Cassio Scarpinella Bueno e Teresa Arruda Alvim Wambier. (São Paulo: Revista dos Tribunais, 2008).
  • Custas, despesas, honorários e danos processuais na nova Lei da Ação civil Pública, in Em defesa de um novo sistema de processos coletivos – estudos em homenagem a Ada Pellegrini Grinover. Coord. Maria Clara Gozzoli, Mirna Cianci, Petrônio Calmon e Rita Quartieri. (São Paulo: Saraiva, 2010).

Tarcisio Silvio Beraldo

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Braz Cubas, em 1973.
Estagiário e advogado do Conglomerado Financeiro Bansulvest/Finasul (Grupo Gerdau), em 1970/1974.
Advogado no escritório Leal, Freitas, Barcellos e Doria Advocacia, coordenado por Victor Nunes Leal, ex-Ministro do Supremo Tribunal Federal, cujo sócio Antonio Roberto Sampaio Dória era catedrático de Direito Financeiro da Universidade de São Paulo, integrado também por José Paulo Sepúlveda Pertence, nomeado depois Procurador Geral da República e Ministro do Supremo Tribunal Federal, em 1974/1982.
Advogado do Conglomerado Citibank, em 1982.
Advogado da Alcoa Alumínio S.A., em 1982/1984.
Gerente jurídico da área comercial e do contencioso cível e tributário do Conglomerado Villares, em 1984/1985. Constituiu sociedade de advogados em 1985 – integrada em 1986 pelo professor Antonio Roberto Sampaio Dória, titular de Direito Financeiro da Universidade de São Paulo, e em 1987 pelo Professor Cândido Rangel Dinamarco, titular de Processo Civil na Universidade de São Paulo, permanecendo na sociedade até março de 2006.

José Roberto dos Santos Bedaque

Professor Titular de Direito Processual da Faculdade de Direito da USP desde 2006.
Ingresso na carreira do Ministério Público, em 1978, aos 22 anos.
Juiz do 1º Tribunal de Alçada Civil do Estado de São Paulo, em 1993/2001.
Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), em 2001/2011.
Integrou a Comissão de Juristas encarregada de elaborar o anteprojeto do Código do Processo Civil e de rever o substitutivo da Câmara dos Deputados.

LIVROS PUBLICADOS

  • Efetividade do Processo e Técnica Processual. (São Paulo: Malheiros Editores, 2010).
  • Efectividad del Proceso y Técnica Procesal. (Lima: Communitas, 2010).
  • Causa de Pedir e Pedido no Processo Civil. Org. Tucci, J. R. C. E. (São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2002).
  • Tutela Cautelar e Tutela Antecipada: Tutelas sumárias e de urgência (tentativa de sistematização). (São Paulo: Malheiros Editores, 5ª ed, 2009).
  • Direito e processo: influência do direito material sobre o processo. (São Paulo: Malheiros Editores, 6ª ed., 2012).
  • Competência e suspeição: julgados e pareceres. (São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1995).
  • Poderes Instrutórios do Juiz. (São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 6ª ed.,2012).

ARTIGOS PUBLICADOS

  • Algumas considerações sobre o cumprimento de sentença condenatória. Revista do Advogado (São Paulo, v. 85, p. 1-2, 2006).
  • Prorrogação legal de competência: aspectos teóricos e práticos. Revista do Advogado (São Paulo, v. 88, p. 1-2, 2006).
  • Competência: aspectos teóricos e práticos. Revista do Advogado (São Paulo, v. 84, p. 1-2, 2005).
  • O Código Modelo na América Latina e na Europa. Relatório brasileiro. Revista de Processo, v. 113, p. 147-189, 2004.
  • Apelação: questões sobre admissibilidade e efeitos. Revista da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo Edição Especial 30 anos do Código de Processo Civil, (São Paulo, p. 107-148, 2003).
  • O Código Modelo na América Latina e na Europa. Relatório brasileiro. Revista de Direito Processual Civil n. 25, p. 581-614, 2002.
  • A posição do juiz: tendências atuais. Revista do Processo, v. 96, p. 96-112, 1999.
  • Tutela específica das obrigações de fazer e não fazer. Jornal A Tribuna do Direito – Suplemento Especial – Código de Processo Civil, v. nov/96, p. 3-4, 1996.
  • Multas por atos atentatórios à dignidade da Justiça. Jornal, v. abr/95, p. 21-22, 1995.
  • Incompetência de Juízo. Natureza absoluta. Justitia, v. 158, p. 114, 1991.
  • Mandado de segurança contra ato judicial. Justitia, v. 159, p. 200, 1991.
  • Nulidades processuais e instrumentabilidade do processo – a não intervenção do Ministério Público e a nulidade do processo. Justitia, v. 150, p. 54, 1990.
  • O Ministério Público e a Jurisdição Voluntária. Justitia, v. 147, p. 49-59, 1989.

CAPÍTULOS PUBLICADOS

  • GAGNO, L. P. . A técnica processual e a instrumentalidade na perspectiva do direito humano de acesso à justiça. Pesquisas em direitos humanos. : Faculdade de Direito de Vitória, 2010, v. , p. 133-136.
  • Nulidades processuais e apelação. In: Adroaldo Furtado Fabrício. (Org.). Meios de impugnação ao Julgado Civil: Estudos em homenagem a José Carlos Barbosa Moreira. Rio de Janeiro: Forense, 2007, v. , p. -.
  • Algumas considerações sobre o cumprimento de sentença condenatória. In: Arruda Alvim e Eduardo Arruda Alvim. (Org.). Atualidades do Processo Civil. Curitiba: Juruá, 2006, v. , p. -.
  • Estabilização das tutelas de urgência. In: Flávio Luiz Yarshell e Maurício Zanoide de Moraes. (Org.). Estudos em Homenagem à Professora Ada Pellegrini Grinover. São Paulo: DPJ Editora, 2005, v. , p. 1-2.
  • Tutela Jurisdicional Cautelar e Atos de Improbidade Administrativa. In: Cássio Scarpinella Bueno; Pedro Paulo de Rezende Porto Filho. (Org.). Improbidade Administrativa, questões polêmicas e atuais. 2ed.São Paulo: Malheiros, 2003, v. , p. -.
  • Legitimidade processual e legitimidade política. In: Carlos Alberto de Salles. (Org.). Processo Civil e Interesse Público. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2003, v. , p. -.
  • Apelação: questões sobre admissibilidade e efeitos. In: Nelson Nery Jr. ; Teresa Arruda Alvim Wambier. (Org.). Aspectos Polêmicos e atuais dos Recursos Cíveis. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2003, v. , p. -.
  • Garantia da Amplitude de Produção Probatória. In: José Rogério Cruz e Tucci. (Org.). Garantias Constitucionais do Processo Civil. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1999, v. 1, p. 151-189.
  • Breves Considerações sobre Recursos e Tutela Cautelar. In: Teresa Arruda Alvim Wambier ; Nelson Nery Jr. (Org.). Aspectos Polêmicos e Atuais dos Recursos Cíveis de acordo com a Lei nº 9.756/98. : , 1998, v. , p. -.
  • Consideração sobre a antecipação da tutela jurisdicional. In: Tereza Arruda Alvim Wambier. (Org.). Aspectos Polêmicos da Antecipação da Tutela. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1997, v. , p. -.

TEXTOS EM JORNAIS E REVISTAS

  • Juez, Proceso y Justicia. Teoría e Derecho, Revista de Pensamento Jurídico, Valência, p. 77 – 104, 01 jun. 2010.
  • Reforma do Judiciário. Boletim RT Informa, nº 36, p. 1 – 2, 12 dez. 2005.
  • Acesso à Justiça. O Globo, p. 4, 24 jan. 1990.
  • Aplicabilidade da Lei n. 6015/73, em processo de falência – Ineficácia de alienação no termo legal da falência. O Estado de São Paulo, p. 57, 22 nov. 1981.

TRABALHOS COMPLETOS PUBLICADOS EM ANAIS DE CONGRESSOS

  • Novas tendências em matéria de fase preliminar. Relatório de síntese. In: XIII Congresso Mundial de Direito Processual, 2007, Salvador. Direito processual comparado, 2007. p. 257-264.
  • El Poder Discretional del Juez en los Ordenamientos Iberoamericanos. In: Colloquium Gent 2000 of the International Association Procedural Law, 2003. Discretionary power of the judge: limits and control. Bélgica: Kluwer, 2000.
  • Últimas alterações do CPC. In: IV Congresso Nacional de Direito do Trabalho e Processual do Trabalho do TRT da 15ª Região, 2002, Campinas. Anais, IV Congresso Nacional de Direito do Trabalho e Processual do Trabalho do TRT da 15ª Região, 2002. p. 29-36.
  • Recientes Tendencias en la posición Del Juez, Informe nacional brasileño. In: XI Congreso Nacional de Derecho Procesal, 1999, Viena. El Juez y la Magistratura, relatorio general y relatorios nacionales, XI Congreso Nacional de Derecho Procesal. Buenos Aires: Rubinzal-Culzoni Editores, 1999.
  • Formas Diferenciadas de Tutela Civil Brasileira: Las formas diferenciadas de tutela en el proceso civil iberoamericano. As formas diferenciadas de tutela no processo civil brasileiro. In: XVI Jornadas Ibero-americanas de Direito Processual, 1998, Brasília. Temas Atuais do Direito Processual Ibero-americano, Relatórios e Conferências das XVI Jornadas Ibero-americanas de Direito Processual. São Paulo: Forense, 1998. p. 60-123.

Maurício Giannico

Formado pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 1999.
Mestre em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2004.
Doutor em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2010.
Membro do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP).
Professor do curso preparatório para Exame da OAB na R2 Direito. Professor convidado do curso de Pós-graduação (lato sensu) em Direito Processual Civil da Faculdade de Direito de Itu (Faditu), em 2006. Professor convidado do curso de pós-graduação (lato sensu) em Direito Processual Civil da Escola Superior da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo, em 2008. Professor convidado do curso de pós-graduação (lato sensu) em Direito Processual Civil com ênfase em Processo Empresarial do Complexo Jurídico Damásio de Jesus, em 2011.

LIVROS PUBLICADOS

  • Expropriação executiva (São Paulo: Saraiva, 2012).
  • Co-autor e coordenador de A evolução do processo civil brasileiro, vols. I e II. (São Paulo: Saraiva, 2012).
  • Co-autor e coordenador de As novas reformas do CPC e de outras normas processuais. (São Paulo: Saraiva, 2008).
  • Autor de A Preclusão no Direito Processual Civil Brasileiro, Coleção Theotonio Negrão. (São Paulo: Saraiva, 2007).

ARTIGOS PUBLICADOS

  • Autor do artigo jurídico Execução forçada e processo coletivo, in Tutela Jurisdicional Coletiva, 2ª série, coord. Fredie Didier Jr., José Henrique Mouta e Rodrigo Mazzei (Salvador, JusPodivm, 2012).
  • Co-autor do artigo jurídico Tutelas de urgência e o regime da responsabilização objetiva do requerente, juntamente com Alexandre Chiovitti, in Tutelas de urgência e cautelares – Estudos em homenagem a Ovídio A. Baptista da Silva, coord. Donaldo Armelin, (São Paulo, Saraiva, 2010).
  • Co-autor do artigo jurídico Tutela de urgência e tutela de evidência sob a ótica da efetividade, juntamente com Alexandre Chiovitti, in Tutela diferenciada: estudos em homenagem ao Professor Donaldo Armelin, vol. II, coord. Mirna Cianci, Rita Quartieri, Luiz Eduardo Ribeiro Mourão e Ana Paula Chiovitti Giannico, (São Paulo, Saraiva, 2009).
  • Co-autor do artigo jurídico A novação e o Código Civil de 2002, juntamente com Alexandre Chiovitti, in Revista IOB de Direito Civil e Processual Civil, (São Paulo, IOB, vol. 54, jul-ago/2008).
  • Autor do artigo jurídico Impenhorabilidade absoluta de bens (lei n. 11.382/06), in Revista Brasileira de Direito Processual – RBDPRO, vol. 63, (Belo Horizonte, Fórum, jul set/08).
  • Autor do artigo jurídico Presunção de validade das intimações judiciais (lei n. 11.382/06), in Estudos em homenagem à Professora Teresa Arruda Alvim Wambier, (São Paulo, RT, 2008).
  • Autor do artigo jurídico Meios de Expropriação (lei n. 11.382/06, in Direito civil e processo: estudos em homenagem ao Professor Arruda Alvim, (São Paulo, RT, 2008).
  • Autor do artigo jurídico Atos atentatórios à dignidade da justiça (Lei n. 11.382/06), in Execução civil e cumprimento de sentença, vol. 2, coord. Gilberto Gomes Bruschi e Sérgio Shimura, (São Paulo, Método, 2007).
  • Autor do artigo jurídico Breves Comentários sobre a lei n. 11.382/2006 (processo de execução de título extrajudicial), in Temas atuais da execução civil: estudos em homenagem ao Professor Donaldo Armelin, vol. I, coord. Mirna Cianci e Rita Quartieri, (São Paulo, Saraiva, 2007).
  • Autor do artigo jurídico Reflexos da Lei n. 11.232/05 na disciplina da objeção de pré-executividade, in A Nova Execução Civil – Lei 11.232/05, coord. Susana Henriques da Costa, (São Paulo, Quartier Latin, 2006, p. 285).
  • Autor do artigo jurídico As férias forenses e as alterações na sistemática da contagem dos prazos no processo civil, in Reforma do Judiciário: análise interdisciplinar e estrutural do primeiro ano de vigência, coord. Bruno Freire e Silva e Rodrigo Mazzei, (São Paulo, Juruá, 2005).
  • Autor do artigo jurídico Remessa obrigatória e o princípio da isonomia, in Revista de Processo, (São Paulo, RT, vol. 109, jan-mar/2003).
  • Co-autor do artigo jurídico Efeito suspensivo dos recursos e capítulos das decisões, juntamente com Maricí Giannico, in Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis, vol. 5, coord. Teresa Arruda Alvim Wambier e Nelson Nery Júnior, (São Paulo, RT, 2002).
  • Autor do artigo jurídico Arrematação: aspectos polêmicos e uma visão crítica do instituto, in Revista de Processo, RT, vol. 104, out-dez/2001.

Helena Mechlin Wajsfeld Cicaroni

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2001.
Especialista em serviços públicos pela Sociedade Brasileira de Direito Público (SBDP), em 2004.
Atuação especializada em direito securitário, telefonia e direitos do consumidor em geral.
Colaboradora na revisão da obra Código de Processo Civil interpretado (arts. 200 a 262), de coautoria de Pedro da Silva Dinamarco, Coord. Antônio Carlos Marcato.
Especialização em Direito Digital pela FGV (GVlaw), em 2015.

Bruno Vasconcelos Carrilho Lopes

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2002.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2006.
Doutor em Direito Processual Civil pela Faculdade da Universidade de São Paulo, em 2010.
Membro do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP).
LIVROS PUBLICADOS

  • Comentários ao Código de Processo Civil (vol. II, São Paulo: Saraiva, 2017).
  • Teoria geral do novo processo civil (2ª ed., São Paulo: Malheiros, 2017, em coautoria com Cândido Rangel Dinamarco).
  • Limites objetivos e eficácia preclusiva da coisa julgada (São Paulo: Saraiva, 2012).
  • Tutela antecipada sancionatória. (São Paulo: Malheiros, 2006).
  • Honorários advocatícios no processo civil. (São Paulo: Saraiva, 2008).
  • Co-autor de As novas reformas do CPC e de outras normas processuais. Coord. Maurício Giannico e Vítor José de Mello Monteiro. (São Paulo: Saraiva, 2009).

ARTIGOS PUBLICADOS

  • Coisa julgada e justiça das decisões. In: Revista da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, v. 98, 2003. In: Revista Peruana de Derecho Procesal, v. VI, 2003. In: Revista Forense, v. 374, 2004. In: Revista de Processo, v. 116, 2004.
  • A reformatio in peius no direito processual civil. In: Aspectos polêmicos e atuais dos recursos cíveis e de outros meios de impugnação às decisões judiciais, v. 8. Coord. Nelson Nery Junior e Teresa Arruda Alvim Wambier. (São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005).
  • As recentes reformas processuais e as tendências de as intimações dirigidas às partes se tornarem indiretas e fictas. In: Revista Jurídica, v. 361, 2007. In: Revista IOB de Direito Civil e Processual Civil, v. 53, 2008. In: Revista Peruana de Derecho Procesal, v. XI, 2008.
  • Honorários advocatícios nas recentes reformas processuais. In: Justilex, v. 71, 2007.
  • Honorários advocatícios nas medidas cautelares. In: Tutela de urgência e cautelares, Coord. Donaldo Armelin. (São Paulo: Saraiva, 2010).
  • Notas sobre a litiscontestatio e a sua sobrevivência no processo civil canônico. In: Revista de Processo, v. 187, p. 343-356, 2010.
  • Honorários advocatícios, mérito e a regra de que o acessório segue o principal. In: Revista de Processo, v. 192, p. 211-224, 2011.
  • A extensão da coisa julgada às questões apreciadas na motivação da sentença. In: Revista de Processo, v. 216, p. 431-438, 2013.
  • Os honorários recursais no Novo Código de Processo Civil. Revista do Advogado, v. 126, p. 27-32, 2015.
  • O direito intertemporal e as novidades do novo Código de Processo Civil em tema de honorários advocatícios. In: Flávio Luiz Yarshell; Fábio Guidi Tabosa Pessoa. (Org.). Direito intertemporal. 1ed.Salvador: Editora Juspodivm, 2016, v. , p. 105-109.
  • Estabilização da tutela antecipada e coisa julgada. In: Cassio Scarpinella Bueno; Elias Marques de Medeiros Neto; Olavo de Oliveira Neto; Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira; Paulo Henrique dos Santos Lucon. (Org.). Tutela provisória no novo CPC – dos 20 anos de vigência do art. 273 do CPC/1973 ao CPC/2015. 1ed.São Paulo: Saraiva, 2016, v. , p. 197-210.

Márcio Araújo Opromolla

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 1999.
Mestrando em Ciências Jurídico-Forenses pela Universidade de Coimbra – Portugal.
Membro do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP).

LIVROS PUBLICADOS

  • Co-autor de As novas reformas do CPC e de outras normas processuais. Coord. Maurício Giannico e Vítor José De Mello Monteiro. (São Paulo: Saraiva, 2009).
  • A Evolução do Processo Civil Brasileiro, Vols I e II. Coord. Maurício Giannico e Vítor José De Mello Monteiro, em coautoria (São Paulo: Saraiva, 2012).

ARTIGO PUBLICADO

  • Direito Civil e Constituição. In: Constituição Federal – 15 anos. (São Paulo: Método, 2003). (em co-autoria com Flávio Tartuce).

Clarisse Frechiani Lara Leite

Formada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2002.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2006.
Doutora em Direito Processual Civil pela Universidade de São Paulo, em 2010.
Membro do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP).

LIVROS PUBLICADOS

  • Prejudicialidade no processo civil. (São Paulo: Saraiva, 2008).
  • Evicção e Processo (São Paulo: Saraiva, 2012).

ARTIGOS PUBLICADOS

  • O conceito de sentença, in A nova execução civil – Lei 11.232/05. Coord. Susana Henriques da Costa. (São Paulo: Quartier Latin, 2006).
  • Imunidades de jurisdição e de execução no âmbito da arbitragem comercial internacional, in Revista do Instituto dos Advogados de São Paulo, nova série, ano 7, n. 14, jul-dez. 2004. Escrito em co-autoria com Eduardo Carvalho Tess.

Daniel Raichelis Degenszajn

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2005.
Mestre em Direito Processual Civil pela Universidade de São Paulo, em 2010.
Doutor em Direito Processual Civil pela Universidade de São Paulo.
Colaborador na revisão das obras Capítulos de sentença, Intervenção de terceiros, A nova era do processo civil e Instituições de direito processual civil, de autoria do prof. Cândido Rangel Dinamarco.

ARTIGO PUBLICADO

  • Locação verbal, consequências e sua prova, in Revista de Direito Privado (São Paulo), v.40, p.237 – 252, 2009, em parceria com Paulo Eduardo Fucci.

Anderson Martins da Silva

Formado pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, em 2004.
Especialista em Direito Processual Civil pela COGEAE – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2008.

Cláudio Amaral Dinamarco

Formado pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2006.
Pós-graduado em Direito Processual Civil na COGEAE – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
Pós-graduando em LLM em Direito dos Contratos no INSPER

Samuel Mezzalira

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2006.
Especialista em Direito e Agronegócio pela Fundação Getúlio Vargas – GVLaw, em 2008.
Mestre em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2011.

Marcos dos Santos Lino

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo em 2007.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.
Membro do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP).


ARTIGO PUBLICADO

  • O dispute board nos contratos de concessão de serviços públicos. Em coautoria com André Castro Carvalho. In Fernando Marcondes (org.), Direito da construção: estudos sobre as várias áreas do direito aplicadas ao mercado da construção, São Paulo, Pini, 2014, p. 177-202.


LIVRO PUBLICADO

Melina Martins Merlo

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2008.
Pós-graduada em Direito Processual Civil pela COGEAE – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.


ARTIGO PUBLICADO

    • Arbitragem. Ação de regresso. Sub-rogação de obrigação sujeita à cláusula compromissória. Arbitrabilidade. Extinção do processo sem julgamento de mérito. Revista Brasileira de Arbitragem, v. 47, p. 148-162, 2015; Co-autoria: Júlio César Fernandes

Natália Fernandes Sanchez

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2008.
Pós-graduada em Direito Processual Civil pela COGEAE – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

João Carlos de Carvalho Aranha Vieira

Formado pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2009.
Pós-graduado em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (COGEAE): 2014.

Oswaldo Daguano Junior

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2009.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Francisco Ettore Giannico Neto

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2011.
Especialista em Direito da Tributação no Setor Industrial pela Fundação Getúlio Vargas – GVLaw, em 2012.
Pós-graduado em Direito Tributário pela Fundação Getúlio Vargas – GVLaw, em 2014.
Mestrando em Direito Constitucional e Processual Tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.
Membro do Instituto Brasileiro de Direito Tributário (IBDT).
Colaborador na revisão e atualização da obra Litisconsórcio, de autoria do prof. Cândido Rangel Dinamarco.

ARTIGOS PUBLICADOS

Bruno Rodrigues de Souza

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2011.
Mestrando em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Lia Carolina Batista Cintra

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2007.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2012.
Doutora em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2016.
Professora no curso de graduação da Universidade São Judas Tadeu.
Professora no curso de pós-graduação do Instituto de Direito Público de São Paulo. (IDP/SP)

LIVRO PUBLICADO

  • Intervenção de terceiro por ordem do juiz – a intervenção iussu iudicis no processo civil (São Paulo: RT, 2017).

LIVROS ORGANIZADOS

  • I Colóquio Brasil-Itália de Direito Processual Civil (Salvador: Juspodivm, 2016). Em conjunto com: Heitor Vitor Mendonça Sica, Camilo Zufelato e Giovanni Bonato
    Garantismo processual – garantias constitucionais aplicadas ao processo (Brasília: Gazeta Jurídica, 2016). Em conjunto com: José Roberto dos Santos Bedaque e Elie Pierre Eid

CAPÍTULOS PUBLICADOS

  • Il sistema brasiliano della ‘penhora de créditos e outros direitos patrimoniais’. In: Le espropriazioni presso terzi, Ferrucio Auletta (org.), 1ª ed., Bologna: Zanichelli, 2011.
  • Comentários aos arts. 125 a 132. In: Código de Processo Civil anotado, José Rogério Cruz e Tucci, Manoel Caetano Ferreira Filho, Ricardo de Carvalho Aprigliano, Rogéria Fagundes Dotti, Sandro Gilbert Martins (org). São Paulo: AASP e OAB Paraná, 2015. Em 2016 o livro foi impresso e passou a ser comercializado pela GZ Editora.
  • Código de Processo Civil de 2015 e a família, em coautoria com José Roberto dos Santos Bedaque. In: Dicionário de direito de família, Caetano Lagrasta Neto, José Fernando Simão (org.), 1ª ed., São Paulo: Atlas, 2015, v. 1.
  • Litisconsórcio e intervenção de terceiros no processo autônomo de produção antecipada da prova. In: Processo em jornadas, Paulo Henrique dos Santos Lucon, Ricardo de Carvalho Aprigliano, João Paulo Hecker da Silva, Ronaldo Vasconcelos, André Orthmann (org.), Salvador: Juspodivm, 2016.
  • Tutela antecipada fundada na evidência no novo Código de Processo Civil. In: Garantismo processual – garantias constitucionais aplicadas ao processo, José Roberto dos Santos Bedaque, Lia Carolina Batista Cintra, Elie Pierre Eid (org.), Brasília: Gazeta Jurídica, 2016.
  • Não comparecimento do réu no processo civil brasileiro e no processo italiano. In: I Colóquio Brasil-Itália de Direito Processual Civil, Camilo Zufelato, Giovanni Bonato, Heitor Vitor Mendonça Sica, Lia Carolina Batista Cintra (org.), Salvador: Juspodivm, 2016.
  • Impactos do Novo Código de Processo Civil no mandado de segurança individual – análise geral. In: Repercussões do Novo CPC – legislação processual extravagante, Eduardo Fonseca da Costa, Heitor Vitor Mendonça Sica. (org.). Salvador: Juspodivm, 2016.
  • Comentários aos arts. 113 a 118. In: Comentários ao Código de Processo Civil, Cassio Scarpinella Bueno (org). São Paulo: Saraiva, 2017.

ARTIGOS PUBLICADOS EM PERIÓDICOS

  • A coisa julgada no processo civil canônico: entre a segurança e a certeza, Revista da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, 2010.
  • Magistrature a confronto, em coautoria com José Roberto dos Santos Bedaque, Giustizia insieme, v. 1, 2012.
  • Pressupostos processuais e efetividade do processo civil – uma tentativa de sistematização, Revista de Processo, v. 214, 2012.
  • Relevância da vontade no processo, interpretação do ato postulatório e pedido ‘meramente’ declaratório, Revista de Processo, v. 239, 2015.
  • União estável vs. namoro qualificado, Revista Nacional de Direito de Família e Sucessões, v. 5, 2015.
  • Análise crítica do vigente sistema brasileiro de intervenção de terceiros, Publicações da Escola da AGU: Direito, Gestão e Democracia, v. 8, 2016.

Mariana de Souza Andrade

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em julho de 2011.
Especialista em Direito do Entretenimento pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais – SP, em 2012.
Pós-graduanda em Direito Processual Civil pela COGEAE – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Marcelo Marcucci Portugal Gouvêa

Formado pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2005.
Especialista em Negociações pela Fundação Getúlio Vargas – SP, em 2007.
Especialista em Estratégias Processuais pela Fundação Getúlio Vargas – SP, em 2009.

Maria Lúcia Pereira Cetraro

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2012.
Mestranda em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Júlia Prado Mascarenhas

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2012.
Mestranda em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Stefania Lutti Hummel

Formada pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2012.
Especialista em Direito Econômico Concorrencial pela Fundação Getúlio Vargas – GVLaw, em 2013.

Caroline Dal Poz Ezequiel

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2012.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Giovanna Filippi Del Nero

Formada pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2012.
Experiência Internacional: Cornell Law School Paris Summer Institute of International and Comparative Law, em 2014.
Mestranda em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Nathália Abel

Formada pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2009.
Especialista em Arbitragem pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, em 2011.
Mestre em Direito Civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, desde 2014.
Experiência Internacional: Curso English for Young Lawyers concluído na The London School of English, em 2008.

ARTIGOS PUBLICADOS

João Guilherme Vertuan Lavrador

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2012.
Mestre em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.
Membro do CEAPRO – Centro de Estudos Avançados de Processo
Membro do INOVARB-AMCHAM – Iniciativa dos Novos Arbitralistas

Túlio Werner Soares Neto

Formado pela Faculdade Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2013
Pós-graduando em direito imobiliário pela EPD – Escola Paulista de Direito;
Membro da CNA do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

João Cánovas Bottazzo Ganacin

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2013.
Mestrando em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Isabela Perassi

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2011.
Pós-graduada em Direito Processual Civil pela COGEAE – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2015.

Júlio César Fernandes

Formado pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2006.
Diplôme Supérieur d’Université (DSU) em Direito Internacional Privado pela Universidade Panthéon-Assas (Paris II) – Paris – França, em 2009.
Mestre em Contencioso, Arbitragem e Modos Alternativos de Resolução de Conflitos pela Universidade Panthéon-Assas (Paris II) – Paris – França, em 2010.
Especializado em Direito Comercial pela London School of Economics (LSE) – Londres – Reino Unido, em 2010.
Membro do Comitê Brasileiro de Arbitragem (CBAr); Membro do Grupo de Estudos CBAr & CISG.Brasil.net sobre a CISG no Brasil; Núcleo de Estudos de Arbitragem Professor Guido Soares do Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CAM-CCBC); Membro do Young Arbitration Forum da CCI; Membro do Young International Arbitration Group da LCIA.

ARTIGOS PUBLICADOS

  • Arbitration in Consumer Contracts. American Federal Arbitration Act. Class-Action Denial in Arbitration Agreements. Supreme Court of the United States. AT&T Mobility LLC. v. Concepcion Et Ux. Decided April 27, 2011; Revista Brasileira de Arbitragem nº 35; Co-autoria: Luis Fernando Guerrero.
  • ADRs: Métodos Alternativos de Solução de Conflitos: Análise Estrutural dos Tipos, Fundamentos e Exemplos na Prática Nacional/Internacional Autor: José Maria Rossani Garcez; Revista Brasileira de Arbitragem nº 39; (Resenha).
  • Condutas e Procedimentos; Arbitragem Comercial – Princípios, Instituições e Procedimentos – A Prática no CAM – CCBC; Co-autoria: Cristiane Amaral de Oliveira Gertel e Luíza Helena Cardoso Kömel.
  • Arbitragem. Contrato de Franquia. Extinção da Ação. Art. 267 do CPC. Extinção de Ofício. Preclusão. Revista Brasileira de Arbitragem nº 44; Co-autoria: Francisco Ettore Giannico Neto.
  • Arbitragem. Ação de regresso. Sub-rogação de obrigação sujeita à cláusula compromissória. Arbitrabilidade. Extinção do processo sem julgamento de mérito. Revista Brasileira de Arbitragem, v. 47, p. 148-162, 2015; Co-autoria: Melina Martins Merlo.

Daniel Menegassi Zotareli

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2014.
Mestrando em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Stéphany Nogueira Brito

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2014.
Pós-graduada em Direito Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas – GVlaw, em 2016.

Flávia Gottardi Morelli

Formada pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2014
Pós-graduanda em direito processual civil pela FGV Law.

Juliane Yamamoto da Silva

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2015.
Membro da CNA do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP).

Renan de Lima Netto Iervolino Basile

Formado pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2015.

Mahe Moreira Maia

Formada pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2014.
Pós-graduanda em Direito Processual Civil na Fundação Getúlio Vargas – GV Law.

Caio Veronesi

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2016.

Ligia Ferreira Novais de Oliveira

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 2014.

Mariana de Moraes Torggler

Formada pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, em 2014.
Pós graduanda em Direito Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas – GVlaw

Marília da Costa Golfieri

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2013.
Membro da Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados de São Paulo (OAB/SP)
Artigo publicado em coautoria: “Execução de Prestação Alimentícia: Alterações Legislativas, Jurisprudência e Questões Procedimentais” in “Processo Civil: Homenagem a José Ignácio Botelho de Mesquita”, 1ª Ed., São Paulo, Ed. Quartier Latin, 2013.

Elon Caropreso Herrera

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2017.
Extensão universitária pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra – Coimbra – Portugal, em 2013/2014.
Membro-associado do Observatório Constitucional Latino–Americano (OCLA)

Bianca Bellusci D`Andréa

Formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 2016.